I Encontro Alumni UAb

A Associação dos Antigos Alunos da Universidade Aberta, Alumni UAb, realizou no passado dia 2 de dezembro – dia em que se comemorou o 29.º Aniversário da UAb – o primeiro encontro de antigos alunos subordinado ao tema “A minha experiência enquanto antigo aluno UAb”.

O evento que decorreu na sede da universidade, no Palácio Ceia, em Lisboa, e foi transmitido online, contou com a presença de 30 participantes, entre antigos e atuais alunos e professores, o Reitor da UAb, professor Paulo Dias, o presidente do Conselho Pedagógico, professor Carlos Castilho Pais e o presidente da Associação Académica, Rui Menino.

A presidente da Alumni UAb, Ana Paula Ribeiro fez a honras de abertura do Encontro, agradecendo a presença de todos e passando de seguida a palavra ao magnífico reitor que enalteceu a organização do evento não só pelo seu interesse em unir os estudantes como pelo seu objetivo de ajudar a reconstruir a imagem da universidade cuja missão deve ser reescrita. Nas palavras do próprio, “uma universidade que valoriza a aquisição de conhecimento em qualquer tempo, lugar ou idade, enquanto universidade digital, das mais inovadoras que há”. Ainda de acordo com o professor Paulo Dias, “é tempo de deixarmos para trás o paradigma da educação a distância, para passarmos ao da educação digital porque é com este que se vai construir o futuro”. A propósito deste tema lembrou que em 2018, e ao abrigo das comemorações dos 30 anos da Universidade Aberta, irá realizar-se um ciclo de palestras sobre a problemática da Educação Digital.

Após o discurso de boas-vindas, Luís Belo, presidente da Mesa da Assembleia da Alumni UAb, procedeu à moderação do debate propriamente dito, centrado, como já referimos, na partilha de experiências. Teve a participação de três antigas estudantes e do professor Marc Jacquinet que se pronunciou sobre a perspetiva do professor “a distância”. Alzira Fernandes (Licenciatura em Educação), Fátima Camilo (Licenciatura em Ciências da Informação e Documentação) e Sandra Vieira (Licenciatura em Ciências Sociais) falaram das suas experiências enquanto alunas na Universidade Aberta e das mais-valias trazidas pelos respetivos cursos às suas vidas pessoais e profissionais. “A UAb mudou para sempre a minha vida”, “O que se aprende na UAb tem sempre uma função prática no nosso dia-a-dia”, e “Cresci enquanto pessoa e enquanto profissional” foram algumas frases-chave dos seus depoimentos.

Seguiu-se o debate aberto à assistência, durante o qual foram levantadas várias questões, quer relacionadas com as dificuldades encontradas pelos estudantes na abordagem ao mercado de trabalho, quer em termos de oferta educativa para continuação dos estudos após a licenciatura, passando pelo papel dos Centros Locais de Aprendizagem (CLA) e a criação de um gabinete de apoio ao diplomado, entre outras.

Os trabalhos da sessão foram interrompidos para um pequeno momento informal de coffee-break e confraternização, tendo sido retomados para encerramento pelo professor Carlos Castilho Pais, presidente do Conselho Pedagógico da UAb, que fez um pequeno resumo conclusivo do Encontro, finalizando, dizendo que uma instituição como a Universidade Aberta tem o dever de zelar “pelo desenvolvimento integral da pessoa e que não pode deixar de ter um Campus Virtual com atividades culturais dirigidas a todos os seus alunos e ex-alunos”.

Ao magnífico reitor, Paulo Dias, e ao professor Carlos Castilho Pais foram entregues os cartões de sócios honorários da Alumni UAb e o respetivo certificado, pelos seus valiosos contributos para a fundação e instalação da Associação dos Antigos Alunos da Universidade Aberta.