A Universidade Aberta e o Erasmus+

O programa Erasmus, atualmente designado por Erasmus+, completou 30 anos no ano passado. Continua a ser, entre todos os programas lançados pela União Europeia, o de maior sucesso. As instituições de ensino superior portuguesas participaram desde a primeira hora, com 25 estudantes em mobilidade; 30 anos depois, são quase cem mil os portugueses que beneficiaram do programa, em mais de 9 milhões de estudantes europeus. De realçar que, além da aquisição de conhecimentos, o Erasmus+ proporciona o desenvolvimento de competências, tais como, a autoconfiança, a adaptabilidade, a abertura, ou a solidariedade, entre outras.

Também a Universidade Aberta (UAb), desde o início das suas atividades académicas, se interessou de imediato por este programa, considerando-o uma das dimensões da sua estratégia de internacionalização. Dadas as especificidades, tanto da UAb enquanto universidade de ensino online, como dos seus estudantes, na sua maioria com responsabilidades profissionais e familiares que lhes dificultam a permanência no estrangeiro por períodos longos, são geralmente os professores quem mais tem podido utilizar este programa. Nos últimos vinte anos ocorreram mais de 170 mobilidades de docentes, de diferentes áreas científicas e para diferentes países europeus. Quanto aos estudantes da UAb, já alguns beneficiaram do programa realizando programas de estudo ou estágios, não só em universidades como em empresas europeias.

Desde sempre, estudantes estrangeiros, do 1º ao 3º ciclo de estudos, vindos na sua maioria de universidades presenciais, têm concretizado com sucesso programas de estudo, desenvolvendo a sua atividade em ambiente digital, à semelhança dos estudantes desta universidade. Igualmente, este programa tem contribuído para aumentar a participação de professores e investigadores estrangeiros convidados a participar em diferentes atividades académicas da UAb.

Além de apoiar a mobilidade internacional de estudantes e professores, para estudos ou estágios, o Erasmus+ estimula igualmente os profissionais que trabalham no ensino superior a realizarem mobilidades para formação.

Este ano a Universidade Aberta volta a organizar mais uma edição de uma semana internacional (Erasmus+ Staff Week) sob a égide deste programa, acolhendo, durante a semana 4 a 7 de junho, cerca de 20 participantes de vários países europeus (Alemanha, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Letónia, Polónia, Turquia). Estes visitantes terão oportunidade de conhecer a UAb, a sua organização e o seu modelo pedagógico, reunindo com representantes de unidades orgânicas e de serviços. Esta iniciativa possibilita dar a conhecer a UAb às instituições de ensino superior suas parceiras, assim como a outras universidades estrangeiras interessadas, incentivando a partilha de conhecimentos, de experiências, de boas práticas e reforçando a cooperação internacional.

 

Margarida Carmo

Gabinete de Comunicação e Relações Internacionais

Newsletter UAb #112 – maio 2018